Na Grande SP, 17 cidades ignoram Lei de Acesso à Informação

Fonte: Agência Mural (28.11.2019) | Autoria: Priscila Pacheco, Paulo Talarico

O site da prefeitura de Diadema, na Grande São Paulo, tem cara de ser transparente. Só cara. Ao acessar a página, aparece um aviso para que os moradores participem da discussão sobre o plano diretor da cidade. Na aba governo ou perto do rodapé é possível encontrar o Portal da Transparência.

Surge ali a página da LAI (Lei de Acesso à Informação). A Agência Mural registrou um pedido em 9 de agosto. Solicitamos dados sobre a execução do plano de metas da gestão do prefeito Lauro Michels (PV), reeleito em 2017. O sistema funciona bem e deu a previsão de resposta para 29 de agosto. Quase três meses depois, nada.

Questionamos a prefeitura sobre a execução da LAI, mas também não houve retorno. O Portal da Transparência indica 121 solicitações em tramitação, mas não mostra qual é o período.

A falta de transparência de Diadema seria ruim se fosse isolada, mas se trata de uma realidade vivida por moradores de praticamente metade da região metropolitana de São Paulo.

A Agência Mural solicitou dados dos planos de metas de todas as 39 cidades da Grande São Paulo. Delas, 17 ignoraram os pedidos.

[Reportagem completa na Agência Mural]