Paraná gasta R$ 1,5 milhão por mês com salários de auditores afastados pela Publicano

Fonte: Gazeta do Povo (08.08.2017) | Autoria: Ana Caldas

Dos 76 auditores fiscais afastados em 2015 pela Operação Publicano, que investiga um esquema de corrupção na Receita Estadual no Paraná, até agora apenas um foi demitido e todos os outros, com exceção de 13 aposentados, continuam recebendo salários que variam de R$ 12 mil a R$ 40 mil por mês. Somente no mês de junho deste ano, o governo do estado gastou cerca de R$ 1,5 milhão para o pagamento dos vencimentos de 62 servidores do órgão que seguem afastados da função pública.

Segundo informações da Secretaria do Estado da Fazenda (Sefa), apenas sete Procedimentos Administrativos Disciplinares (PADs) foram instaurados desde os primeiros afastamentos. Além do gasto mensal, também foi verificado pela reportagem da Gazeta do Povo, com base nos dados do Portal da Transparência, que houve aumentos significativos nos salários.

[Leia a reportagem completa na Gazeta do Povo]