Lobby sem lei: ‘‘Não tem emenda sem CNPJ’’

Fonte: Época (23.07.2016) | Autoria: Alana Rizzo

“Projetos de lei patrocinados” são mais comuns do que se imagina – e se conhecem – no Congresso. As propostas podem nascer de uma demanda da comunidade no reduto eleitoral do parlamentar, de uma observação do político ou de pedidos de lobistas. Em 2015, só no Senado foram 1.692 propostas. É como se, em média, cada senador apresentasse 20 projetos de lei no ano. Na Câmara, foram 591 propostas.

(…)

ÉPOCA também consultou as 100 maiores empresas do mundo, segundo a revista Forbes, sobre como elas se relacionam com o poder público e qual o grau de transparência das atividades de lobby no Brasil. Os dados revelam a falta de transparência das empresas – mesmo aquelas que já divulgam esses dados no exterior por força de lei. A indústria do lobby sofre com a desconfiança do público e com o aumento de riscos e custos.

[Leia a reportagem e o especial completos em Época]